Sessão De Filmes- Piratas Do Caribe: Navegando Em Águas Misteriosas (Titulo original: Pirates of the Caribbean: On Stranger Tides)
É um filme de 2011 dirigido por Rob Marshall. É o quarto filme da série Pirates of the Caribbean, distribuído pela Walt Disney Pictures, produzido por Jerry Bruckheimer e estrelado por Johnny Depp, Penélope Cruz, Ian McShane, Geoffrey Rush, Kevin McNally, Àstrid Bergès-Frisbey, Sam Claflin, Gemma Ward e Richard Griffiths.
O filme apresenta o Capitão Jack Sparrow procurando a Fonte da Juventude e confrontando o lendário pirata Barba Negra. É o primeiro filme da série a ser dirigido por Rob Marshall, e não por Gore Verbinski. Também é o primeiro a mostrar versões ficcionais de figuras históricas, como Barba Negra, Jorge II da Grã-Bretanha, Henry Pelham e Fernando VI da Espanha. Estreou em 20 de maio de 2011, em Disney Digital 3-D e IMAX 3-D, além das versões normais de duas dimensões e IMAX. É a décima maior bilheteria da história.

http://upload.wikimedia.org/wikipedia/pt/6/63/Pirates_of_the_Caribbean_-_On_Stranger_Tides.jpg

Crítica

On Stranger Tides foi recebido com críticas geralmente médias ou mistas. Obteve uma média de 34% de aprovação no Rotten Tomatoes, que se baseou em 249 críticas recolhidas, das quais 84 foram consideradas positivas e 165, negativas. No entanto, 61% dos cerca de 145,5 mil usuários do site que avaliaram o filme, o deram 3,5 estrelas ou mais - em uma escala de até cinco. Por comparação, o Metacritic calculou uma média de 46/100, baseado em 36 críticas recolhidas.
Em uma crítica publicada no Washington Post, Ann Hornaday avaliou o filme com três estrelas - em um máximo de cinco. Ela afirmou que "os cinéfilos que tornaram os filmes de Piratas do Caribe gigantes de bilheteria não precisam se preocupar. On Strange Tides é tão fresco e emocionante quanto a primeira vez em que Jack Sparrow agitou sua fivela, colocando mais energia em uma franquia que não mostra qualquer sinal de desgaste". No Entertainment Weekly, Owen Gleiberman o comparou com a base do seu enredo, a procura pela fonte da juventude, dizendo, "não é o sonho de qualquer sequência em uma grande franquia parecer tão fresca e nova quanto a anterior? E ter certeza de que a franquia em si irá permanecer eternamente jovem? Uma sequência como On Stranger Tides, no entanto, parece um tônico anti-envelhecimento empurrado para o público". Ele avaliou o filme com um "C".
No site brasileiro Omelete, Marcelo Forlani comentou que "na tentativa de evitar as confusões do terceiro Piratas do Caribe, cada um dos detalhes desta nova trama digna de Indiana Jones é explicado nos seus pormenores, de forma mais didática que os planos dos inimigos do Scooby-Doo. [..] O quarto filme da série Piratas do Caribe dá voltas, sobe, desce, pula de penhascos, brinca bem de leve com o sobrenatural e faz gracinhas, mas acaba no mesmo lugar. Os fãs certamente vão gostar de tomar mais um porre de rum ao lado de Jack Sparrow".

Bilheteria

On Stranger Tides obteve a maior estreia internacional da história do cinema até seu lançamento, com US$256,3 milhões durante seus primeiros cinco dias de exibição fora dos Estados Unidos, superando Harry Potter e o Enigma do Príncipe.
No dia 4 de julho de 2011, a Disney confirmou que o filme havia ultrapassado um bilhão de dólares em bilheteria ao redor do mundo. Embora tenha sido a menor bilheteria da série nos Estados Unidos, conseguindo pouco mais de 235 milhões de dólares, é a segunda maior mundialmente, na frente de No Fim do Mundo (963 milhões) e A Maldição do Pérola Negra (654 milhões) e atrás de O Baú da Morte, que chegou a um bilhão e 66 milhões.
Atualmente é a décima maior bilheteria da história. Permaneceu até maio de 2012 na oitava posição, até Os Vingadores alcançar o posto e posteriormente ser a terceira maior bilheteria da história.
#Death 

0 comentários:

Postar um comentário