A lenda Do Espantalho


Espantalho é um boneco, feito de roupas velhas e chapéu, podendo ou não ser recheado com trapos, palha, estopa ou outros materiais. São colocados em meio a hortas ou plantações com o objetivo de espantar aves, simulando a presença do ser humano.
O uso do espantalho como meio de afugentar aves é relativamente antigo, e está presente em diversas culturas. Tem, contudo, o inconveniente de perder sua eficácia, pois as aves terminam por habituarem-se com eles.
 
Uma Das Lendas Sobre espantalhos:

Havia uma jovem garotinha de uns nove anos de idade que tinha como seu melhor amigo um rapaz de vinte e um anos, que sofria de sério retardo mental, seu apelido era John Mad ( João Maluco em português ), apesar de ser inofensivo, não era visto com bons olhos pela população local que praticamente o marginalizavam e não aprovavam sua amizade com a garotinha, porém esta relação entre ela e John Mad sobrevivia à clara hostilidade da população local e continuaram convivendo juntos brincando. Certo dia durante a estação de caça a garotinha e John Mad estavam brincando de esconde-esconde e era vez de John se esconder,ao ver uma plantação ele teve a inusitada de idéia de se disfarçar de Espantalho assim a sua amiguinha nunca o encontraria, mas um grupo de cinco homens armados de rifles e bebendo cervejas, montados em uma pickup, provavelmente retornavam de uma caçada, viram o espantalho e o chefe do grupo teve a divertida idéia de praticarem tiro ao alvo com ele ! E assim o fizeram ao terminarem de fuzir o espantalho ouviram os gemidos morimbundos e sangue escorrendo dele, o chefe examinou o espantalho mais de perto e ao descobrir que era John Mad, fugiram apavorados do local e fizeram um pacto de silêncio de não contar a ninguém. 

A garotinha encontrou o amigo John morto e ficou horrorizada, mais tarde a polícia local fez as suas investigações rotineiras e não se chegou a nenhum responsável, os cinco homens que o haviam baleado chegaram a prestar depoimentos, mas não foram sequer apontados como suspeitos e além disso para muitos na cidade a morte de um retardado não importava mesmo. O xerife contrariado foi obrigado a engavetar o caso e considera-lo insolúvel. Após o enterro de John Mad se passaram alguns meses e o caso foi praticamente esquecido, quando um dos algozes de Jhon viu no quintal da serraria onde trabalhava um espantalho de pé, assustado percebeu que era o mesmo no qual John estava disfarçado, ele imediatamente relatou o fato a seus amigos, que achavam ser apenas uma piada sem graça de alguém, porém na manhã seguinte ele foi encontrado morto na serraria, dividido ao meio por uma serra automática. 

O caso foi declarado morte acidental, o mesmo pensou os demais quatro assassinos. Duas semanas mais tarde outro algoz do finado John estava voltando para casa quando viu em um terreno baldio a duzentos metros da sua casa um espantalho e ao examinar mais de perto viu que tratava do mesmo ele foi correndo para casa e contou por telefone o corrido a seus amigos o chefe do grupo solicitou que ele viesse até a casa dele. Mas enquanto estavam todos reunidos na casa do líder do grupo, as horas passaram e nem sinal dele, preocupados ligaram para a casa e para seu espanto souberam que ele havia morrido em acidente de carro. Os três algozes de John decidiram dar o fato como uma coincidência lamentável, embora o medo imperasse no íntimo deles. 

Duas semanas mais tarde o terceiro algoz de John havia visto perto da moagem do qual era proprietário uma figura parada à distância e ao ver mais de perto quem era, para seu pavor, era o espantalho ele imediatamente ligou para os seus outros dois que chegaram à sua moagem ( Ele morava lá também )e quando foram ver o espantalho, ele não estava mais no local indicado, ao examinarem o terreno observaram que nem sequer havia um ponto de fixação no solo, nada havia sido fincado no chão daquele terreno, embora o algoz de John que viu o espantalho jurasse ser aquele o local o ponto exato onde estava espantalho. Os três combinaram de ficarem juntos na moagem e foram apanhar os seus pertences enquanto o que viu o espantalho os aguardava em sau moagem. Ao voltarem ele desaparecera completamente e deram parte na polícia, depois de vasculharem a moagem encontraram o cadáver dele dentro do silo soterrado sob duas toneladas de grãos de cereais.

A partir daí em diante o xerife cada vez mais desconfiado passou a ficar de olho nos dois últimos que restavam. Um deles decidiu fugir às escondidas da cidade, mas foi encontrado na manhã seguinte morte devido a algum tipo de enfarte na oficina mecânica de propriedade dele, escrito em um bilhete ( a caligrafia foi identificada como a da vítima mesmo ) " Eu vi o espantalho diga a verdade ou você será o próximo ", o xerife interrogou o remanescente dos algozes que se fez de desentendido. O xerife aceitou sem comentários as vagas explicações dele, mas aos poucos, ele foi ligando os fatos, entretanto no final nada pode fazer pois o último que restava se suicidara ( Aparentemente enforcou - se )no quintal de sua casa. A antiga amiguinha de John foi encontrada no local brincando normalmente defronte ao cadáver do último dos algozes de seu amigo, como se este não a incomodasse ( Na verdade foi ela quem avisou o xerife ). Assim que o xerife chegou solicitou que ela fosse embora do local enquanto eles faziam a perícia, para assombro dele, a garotinha teria lhe dito " Vou ir agora brincar com John " ! 

Bons Pesadelos
By: Lary

0 comentários:

Postar um comentário